Descobrindo o número pi com geometria dinâmica

José Carlos de Souza Junior, Andrea Cardoso, Marcelo M. A. Dias

Resumo


Estudantes do ensino médio tem uma visão bastante restrita do número $\pi$. Este trabalho tem como objetivo apresentar os resultados de uma sequência didática  aplicada a estudantes do primeiro ano do ensino médio de uma escola estadual, cujo foco central foi desenvolver atividades potencialmente motivadoras para a compreensão do número $\pi$, através da razão entre o perímetro de uma circunferência e seu diâmetro, visando o reconhecimento de sua importância histórica, sua aplicabilidade e a classificação deste número como um irracional, através da \linebreak experimentação e visualização do método de Arquimedes para aproximação do comprimento da circunferência por perímetros de polígonos utilizando programas de geometria dinâmica.

Palavras-chave


Tecnologia no ensino; ensino de matemática; objetos de aprendizagem

Referências


BORTOLETTO, A. R. S. Reflexões relativas às definições do número π (pi) e à presença da sua história em livros didáticos de matemática. 139 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Metodista de Piracicaba, 2008.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Brasília: MEC / SEF, 1998.

BRASIL. PCN+: Ensino Médio orientações educacionais complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MEC, 2002.

CARDOSO, A. Formação do professor de matemática na prática investigativa. In: Felício, H. M. S.; Gomes, C. (orgs) Caminhos da docência. Porto Alegre: Otkos, 2012.

CARDOSO, A.; SOUZA JUNIOR, J. C. Conteúdos didáticos digitais para aprendizagem de funções. In: 22o Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, 17o Workshop de Informática na Escola, 2011, Aracajú. Anais .... Aracajú, SE: UFS, 2011. p.371-379.

COSTA, R. C. F. O que é um número transcendente. Revista do Professor de Matemática, n.1, p.14-15, 1980. EVES, H. História da Matemática. Campinas: Unicamp, 2008.

FIGUEIREDO, D. G. Números irracionais e transcendentes, 3.ed. Rio de Janeiro: SBM, 2002. FRID, H. Os números irracionais. Revista Eureka, p.38-48, 2007.

LIMA, E. L. O que é o número π? Revista do Professor de Matemática, n.6, p. 21-24, 1985.

PALIS, G. R. Comprimento da circunferência no ensino fundamental. Revista do Professor de Matemática, n. 14, p.29-36, 1989.

ROCHA, F. L. et al. Repositórios de objetos de aprendizagem: um estudo exploratório. In: 22o Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, 17o Workshop de Informática na Escola, 2011, Aracajú. Anais .... Aracajú, SE: UFS, 2011. p.304-312.

SKOVSMOSE, O. Educação matemática crítica: A questão da democracia. Campinas: Papirus, 2001.

VERSUTI, A. C. Educação a distância: problematizando critérios de avaliação e qualidade em cursos on-line. Diferentes abordagens de EAD, 2004.


Texto completo: PDF

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .