Aplicação do Modelo de Reposta Nominal da TRI a Avaliação Educacional de Larga Escala

  • André Felipe Zilio da Silva UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
  • Dalton Francisco de Andrade UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
  • Adriano Ferreti Borgatto UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
  • Luiz Ricardo Nakamura UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Teoria da Resposta ao Item, Avaliação Educacional, Modelos de Reposta Nominal

Resumo

Resumo:

O sistema de avaliação educacional tem por objetivo organizar informações que viabilizem tomadas de decisões acerca da qualidade da educação. A Avaliação formativa foca em ensino-aprendizagem e pretende, de uma forma rápida, identificar dificuldades dos estudantes. Diante desse contexto, realizou-se um estudo psicométrico utilizando dados de uma avaliação formativa de larga escala do componente curricular de matemática, realizada para estudantes do 4.º ano do ensino fundamental do município de Curitiba-PR. O objetivo deste trabalho é aplicar o Modelo de Resposta Nominal da Teoria da Resposta ao Item aos dados da avaliação. Também foram utilizadas ferramentas da consistência do teste da Teoria Clássica de Testes e uma análise da informação do teste. Ao realizar uma comparação com o Modelo Logístico de 3 Parâmetros, nota-se que o modelo conseguiu capturar alguns problemas nos itens da avaliação não captados pelo Modelo Logístico de 3 Parâmetros da TRI, além de apresentar o crescimento ou decrescimento dos distratores de acordo com a evolução das proficiências dos estudantes.

Biografia do Autor

André Felipe Zilio da Silva, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Métodos Quantitativos e Gestão em Avaliação (UFSC - em andamento).
Dalton Francisco de Andrade, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
Professor do Departamento de Informática e Estatística, INE, UFSC
Adriano Ferreti Borgatto, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
Professor do Departamento de Informática e Estatística, INE, UFSC
Luiz Ricardo Nakamura, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
Professor do Departamento de Informática e Estatística, INE, UFSC

Referências

ANDRADE, D. F.; TAVARES, H. R.; VALLE, R. C. 2000. Teoria de Resposta ao Item: conceitos e aplicações. ABE — Associação Brasileira de Estatística, 4º SINAPE, 2000.

BLAND, J. M.; ALTMAN, D. G. Cronbach´s alpha. British Medical Journal. p. 314-572. 1997.

FREITAS, Luiz Carlos de; et al. Avaliação educacional: caminhando pela contramão. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 2013.

STREINER, D. L. Being inconsistent about consistency: when coefficient alpha does and doesn´t matter. Journal of Personality Assessment. v. 80, p. 217-222. 2003.

Publicado
29-07-2019