Comunidade dos Gomes: notícia sociolinguística do falar de uma comunidade típica na região de Juruaia/MG

  • Jair Silva Sobrinho Universidade Federal de Alfenas
  • Celso Ferrarezi J´unior Universidade Federal de Alfenas
Palavras-chave: Expressões idiomáticas. Marcas identitárias na linguagem. Falar regional sul-mineiro. Falares crioulos.

Resumo

A região do Sul de Minas Gerais carrega, em sua história, marcas expressivas de peculiaridades linguísticas. Tais marcas estiveram e ainda estão presentes nas mais diversas relações sociais dessa região. A questão que aqui levantamos é a possibilidade de esquecimento dessas marcas identitárias constituintes em muitas comunidades, como a Comunidade dos Gomes, localizada no município de Juruaia/MG, comunidade esta que é objeto deste trabalho e na qual parece haver indícios de um falar crioulo. Como proposta básica da pesquisa, procura-se fazer o registro preliminar desse povo, um grupo populoso e ainda muito fiel às heranças linguísticas recebidas de seus antepassados, a título de notícia sociolinguística inicial, visando a estudos mais profundos posteriormente. Documentamos não apenas algumas expressões, mas também a história do povoado, registrando fatos que são importantes na formação do grupo de falantes.

Biografia do Autor

Jair Silva Sobrinho, Universidade Federal de Alfenas

Graduado em Pedagogia pela Universidade de Franca – UNIFRAN. Graduado em Letras - Português pela Universidade Federal de Alfenas – UNIFAL/MG. Mestrando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE da mesma instituição. Experiência na área de Linguística e Sociolinguística, com ênfase em Teoria e Análise Linguística aplicadas a comunidades típicas.

Celso Ferrarezi J´unior, Universidade Federal de Alfenas

Doutor em Linguística (UNIR), Mestre em Linguística (Unicamp), graduado em Letras (UNIR). Fez estágio pós-doutoral na Unicamp (2006) e na UFMG (2016). Atualmente é professor nos Cursos de Letras e no Mestrado em Educação da Unifal-MG. É autor de vários livros e artigos. Tem interesse na área de Semântica e Ensino de Língua Materna.

Referências

BARDY, Edgar Prado; PRADO, José Carlos do. Memórias Políticas de Juruaia. Juruaia: Gráfica Nossa Senhora Aparecida, 2006.
BAGNO, Marcos. Nada na língua é por acaso: por uma pedagogia da variação linguística. São Paulo: Parábola Editorial, 2007.
BAGNO, Marcos. Preconceito linguístico – o que é e como se faz. São Paulo: Parábola, 2014.
BORTONI-RICARDO, Stella Maris. Nós cheguemu na escola, e agora?: sociolinguística e educação. São Paulo: Parábola Editorial, 2005.
FERRAREZI Jr., Celso. “Quando só se para andando”. In: Práticas Discursivas da Amazônia. 2013: 02, pp. 13-30.
http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/minasgerais/juruaia.pdf: Acessado em 03/03/2017 às 17:45.
TARALLO, Fernando. A pesquisa sociolinguística. São Paulo: Editora Ática, 1994.
Publicado
22-06-2021
Como Citar
SobrinhoJ. S.; Ferrarezi JrC. Comunidade dos Gomes: notícia sociolinguística do falar de uma comunidade típica na região de Juruaia/MG. Trem de Letras, v. 8, n. 1, p. e021017, 22 jun. 2021.
Seção
Artigos - Estudos linguísticos