Análise de Sobrevivência em Dados de Dependentes Químicos de uma Unidade de Saúde Mental em Cuiabá-MT

  • Névio Lotufo Neto Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental, Instituto de Física, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá/MT.
  • Juliana Barbosa da Silva Lotufo Programa de Pós-Graduação em Física Ambiental, Instituto de Física, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá/MT.
  • Neuber José Segri Departamento de Estatística. Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT, Cuiabá/MT.
  • José Nilton da Cruz Departamento de Estatística. Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT, Cuiabá/MT.
  • Marcelino Alves Rosa de Pascoa Departamento de Estatística. Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT, Cuiabá/MT.
Palavras-chave: Dependentes Químicos, Re-hospitalização, Readmissões, Saúde Mental.

Resumo

Reinternações são frequentes em unidades de saúde mental em todo o Brasil, ainda mais de pessoas com algum tipo de transtorno mental relacionado ao abuso de substâncias psicoativas. Este fato gera muitos gastos para a máquina pública e ocupações de leitos às vezes desnecessárias. Sendo assim, a motivação deste trabalho é modelar o tempo até a ocorrência de readmissões de pacientes com transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de múltiplas drogas e ao uso de outras substâncias psicoativas em um centro integrado de assistência psicossocial de Mato Grosso. Também quais são os grupos que retornam com maior frequência e entender quais são os fatores que influenciam nessa readmissão hospitalar. O estudo do tempo de reinternações psiquiátricas e sua modelagem podem auxiliar gestores e pesquisadores em políticas públicas na elaboração de projetos.

Referências

ALVES, M. F.; LOTUFO, A. D. P.; LOPES, M. L. M. Seleção de variáveis stepwise aplicadas em redes neurais artificiais para previsão de demanda de cargas elétricas. Proceeding Series of the Brazilian Society of Computational and Applied Mathematics, v. 1, n. 1, 2013.

BRESLOW, N. A generalized kruskal-wallis test for comparing k samples subject to unequal patterns of censorship. Biometrika, Oxford University Press, v. 57, n. 3, p. 579–594, 1970.

CAPISTRANO, F. C. et al. Perfil sociodemográfico e clínico de dependentes químicos em tratamento: análise de prontuários. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, Universidade Federal do Rio de Janeiro, v. 17, n. 2, p. 234–241, 2013.

CARVALHO, M. S. et al. Análise de Sobrevivência: teoria e aplicações em saúde. [S.l.]: SciELO-Editora FIOCRUZ, 2011.

CASTRO, M. S. M. d.; CARVALHO, M. S.; TRAVASSOS, C. Factors associated with readmission to a general hospital in brazil. Cadernos de saúde pública, SciELO Public Health, v. 21, p. 1186–1200, 2005.

COX, D. R. The analysis of multivariate binary data. Applied statistics, JSTOR, p. 113–120, 1972.

DALGALARRONDO, P.; BOTEGA, N. J.; BANZATO, C. E. Pacientes que se beneficiam de internação psiquiátrica em hospital geral. Revista de Saúde Pública, SciELO Public Health, v. 37, p. 629–634, 2003.

GEHAN, E. A. A generalized wilcoxon test for comparing arbitrarily singly-censored samples. Biometrika, Oxford University Press, v. 52, n. 1-2, p. 203–224, 1965.

GIOLO, S. R.; COLOSIMO, E. A. Análise de sobrevivência aplicada. Edgard Blucher, 2006.

MELO, J. R. F.; MACIEL, S. C. Representação social do usuário de drogas na perspectiva de dependentes químicos. psicologia: ciência e profissão, Conselho Federal de Psicologia, v. 36, n. 1, p. 76–87, 2016.

MOURA, C. S. d.; TAVARES, L. S.; ACURCIO, F. d. A. Interação medicamentosa associada à reinternação hospitalar: estudo retrospectivo em um hospital geral. Revista de Saúde Pública, SciELO Brasil, v. 46, n. 6, p. 1082–1089, 2012.

MOURA, C. S. de. Interações medicamentosas em pacientes hospitalizados: exposição, relação com indicadores de internação e intervenção. UFMG, 2010.

PETO, R.; PETO, J. Asymptotically efficient rank invariant test procedures. Journal of the Royal Statistical Society. Series A (General), JSTOR, p. 185–207, 1972.

R CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. 2012. ISBN 3-900051-07-0, URL http://www.R-project.org/.

RODRÍGUEZ-ARTALEJO, F. et al. Health-related quality of life as a predictor of hospital readmission and death among patients with heart failure. Archives of internal medicine, American Medical Association, v. 165, n. 11, p. 1274–1279, 2005.

SANTOS, M. R. dos et al. Deficiência de testosterona aumenta readmissão hospitalar e mortalidade em pacientes do sexo masculino com insuficiência cardíaca. Arq Bras Cardiol, SciELO Brasil, v. 105, n. 3, p. 256–264, 2015.

SAÚDE, M. da. Lei 8080/90. [S.l.]: Ministério da Saúde Brasília, 1990.

SCHEFFER, M.; PASA, G. G.; ALMEIDA, R. M. M. d. Dependência de álcool, cocaína e crack e transtornos psiquiátricos. Psicologia: teoria e pesquisa. Vol. 26, n. 3, (jul. /set. 2010), p. 533-541., SciELO Brasil, 2010.

SCHOENFELD, D. Partial residuals for the proportional hazards regression model. Biometrika, Oxford University Press, v. 69, n. 1, p. 239–241, 1982.

SHERWOOD, A. et al. Relationship of depression to death or hospitalization in patients with heart failure. Archives of Internal Medicine, American Medical Association, v. 167, n. 4, p. 367–373, 2007.

STATACORP, L. Stata 13. College Station: StataCorp LP, 2014.

TARONE, R. E.; WARE, J. On distribution-free tests for equality of survival distributions. Biometrika, Oxford University Press, v. 64, n. 1, p. 156–160, 1977.

Publicado
29-07-2019