Proposta de novo modelo não linear para descrever curvas de crescimento de ovinos da raça Ile de France

  • André Luiz Pintos dos Santos UFRPE
  • Denise Stéphanie de Almeida Ferreira UFRPE
  • Eucymara França Nunes Santos UFRPE
  • Rayane Santos Leite UFRPE
  • Frank Sinatra Gomes da Silva UFRPE
  • Cícero Carlos Ramos de Brito IFPE
  • Moacyr Cunha Filho UFRPE
  • Guilherme Rocha Moreira UFRPE
Palavras-chave: Produção Animal, Seleção de Modelos, Taxa de Crescimento

Resumo

Avaliaram-se curvas de crescimento de ovinos da raça Ile de France. Foram utilizados 34 animais em oito momentos (0, 30, 60, 90, 120, 150, 180 e 210) dias. Para estimar o crescimento em função do peso-idade, utilizaram-se os modelos: proposto, Logístico e Von Bertalanffy. Os critérios utilizados para indicação do modelo que melhor descreveu a curva de crescimento foram: o coeficiente de determinação (R2), o desvio médio absoluto (DMA), e o número de interações. Testes de Shapiro-Wilk foram realizados para verificar o pressuposto de normalidade residual; Durbin-Watson, para verificar a independência; e o teste de Breusch-Pagan, para verificar a homocedasticidade dos resíduos. O modelo que apresentou a maior estimativa de peso a maturidade (A) foi o proposto (56,34 kg), seguido por Von Bertalanffy (47,28 kg) e Logístico (42,71 kg). A taxa de crescimento dos animais (k) foi superior no modelo Logístico (0,03), seguido pelos modelos Von Bertalanffy (0,01) e proposto (0,01). O R2, foi semelhante entre os modelos. Entretanto o modelo de proposto apresentou o menor DMA, seguido dos modelos Von Bertalanffy e o Logístico. Os modelos proposto, Logístico e Von Bertalanffy podem ser utilizados para descrever curvas de crescimento de ovinos da raça Ile de France. Contudo, o modelo proposto apresenta ajuste superior, ou seja, deve ser escolhido para descrever curvas de crescimento de ovelhas da raça Ile de France de acordo com a metodologia e condições em que foi desenvolvido o presente estudo.

Biografia do Autor

André Luiz Pintos dos Santos, UFRPE

Departamento de Estatística e Informática. DEINFO-UFRPE



Denise Stéphanie de Almeida Ferreira, UFRPE

Departamento de Estatística e Informática. DEINFO-UFRPE

Eucymara França Nunes Santos, UFRPE

Departamento de Estatística e Informática. DEINFO-UFRPE

Rayane Santos Leite, UFRPE
Departamento de Estatística e Informática. DEINFO-UFRPE
Frank Sinatra Gomes da Silva, UFRPE
Departamento de Estatística e Informática. DEINFO-UFRPE
Cícero Carlos Ramos de Brito, IFPE
Departamento de Estatística e Informática. DEINFO-UFRPE
Moacyr Cunha Filho, UFRPE
Departamento de Estatística e Informática. DEINFO-UFRPE
Guilherme Rocha Moreira, UFRPE

Departamento de Estatística e Informática. DEINFO-UFRPE

Referências

CAVALCANTE, D.H.; CAMPELO, J.E.G.; SOUSA JÚNIOR, S.C.; SOUSA, G.G.T.; ARAÚJO, J.I.M.; ARAÚJO, A.C.; FONSECA, W.J.L.; BARROS JÚNIOR, C.P.; ARAÚJO, A.M. Modelos não paramétricos para ajustes de curva de crescimento em caprinos Sem Raça Definida (SRD). Revista Acadêmica: Ciências Agrárias e Ambientais, v.11, n.3, p.283-289, 2013.

DE ASSUMPÇÃO MAZZINI, A R.; MUNIZ, J. A.; SILVA, F. F.; de AQUINO, L. H. Curva de crescimento de novilhos Hereford: heterocedasticidade e resíduos autorregressivos. Ciência Rural, v. 35, n. 2, p. 422-427, 2005.

DE ANDRADE SOUZA, Laaina et al. Curvas de crescimento em ovinos da raça morada nova criados no estado da Bahia1. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 40, n. 8, p. 1700-1705, 2011.

FALCÃO, P. F.; PEDROSA, V. B.; MOREIRA, R. P.; SIEKLICKI, M. D. F.; ROCHA, C. G.; SANTOS, I. C.; MARTINS, A. D. S. Curvas de crescimento de cordeiros da raça Ile de France criados em confinamento. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, v. 16, n. 2, p.377-386, 2015.

FURUSHO-GARCIA, I.F.; PEREZ, J.R.O.; BONAGURIO, S.; LIMA, A. L.; QUINTÃO, F. A. Estudo dos cortes da carcaça de cordeiros Santa Inês Puros e Cruzas Santa Inês com Texel, Ile de France e Bergamácia. Revista Brasileira de Zootecnia, v.33, n.2, p.453-462, 2004.

GOMES DA SILVEIRA, F.; SILVA, F. F.; CARNEIRO, P. L. S.; MALHADO, C. H. M.; MUNIZ, J. A. Análise de agrupamento na seleção de modelos de regressão não-lineares para curvas de crescimento de ovinos cruzados. Ciência Rural, v. 41, n. 4, 2011.

IBGE. Pesquisa da Pecuária Municipal. Disponível em: <https://sidra.ibge.br. Acesso em: 01 de janeiro de 2019.

LEITE, E. R. A cadeia produtiva da ovinocultura e da caprinocultura de corte. In: Do campus para o campo: tecnologias para produção de ovinos e caprinos. Fortaleza: Gráfica Nacional, 2005. p.21-32.

LEWIS, R.M.; EMMANS, G.C.; DINGWALL, W.S. et al. A description of the growth of sheep and its genetic analysis. Animal Science, v.74, p.51-62, 2002.

LOBO, R. N. B.; VILLELA, L. C. V.; LOBO, A.; PASSOS, J. D. S.; de OLIVEIRA, A. A.; de ALMEIDA, S. A. Avaliação da curva de crescimento de ovinos da raça Santa Inês. In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 42., 2005, Goiânia. Anais... Goiânia: Sociedade Brasileira de Zootecnia, 2005. 4 f. CD ROM.

LOCK, R. H.; LOCK, P. F. MORGAN, K. L.; LOCK, E. F.; LOCK, D. F. Estatística revelando o poder dos dados. 1. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2017.

FURUSHO-GARCIA, I.F.; PEREZ, J.R.O.; BONAGURIO, S. et al. Estudo dos cortes da carcaça de cordeiros Santa Inês Puros e Cruzas Santa Inês com Texel, Ile de France e Bergamácia. Revista Brasileira de Zootecnia, v.33, n.2, p.453-462, 2004.

LUPI, T.; NOGALES, S.; LEÓN, J.; BARBA, C.; DELGADO, J. Characterization of commercial and biological growth curves in the Segureña sheep breed. Animal, v. 9, n. 8, p. 1341-1348, 2015.

MACEDO, F. A. F. Raças Ovinas de Clima Temperado no Brasil. In: SELAIVE-VILLARROEL, A. B; OSÓRIO, J. C. S. Produção de ovinos no Brasil. 1 ed. São Paulo: Roca, cap 7.

MALHADO, C. H. M.; CARNEIRO, P. L. S.; SANTOS, P. F. et al. Curva de crescimento em ovinos mestiços Santa Inês x Texel criados no Sudoeste do Estado da Bahia. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, v. 9, n. 2, p. 210- 218, 2008.

MALHADO, C.H.M.; CARNEIRO, P.L.S.; MELLO, P.R.A.M. et al. Growth curves in Dorper sheep crossed with the local Brazilianbreeds, Morada Nova, Rabo Largo, and Santa Inês. Small Ruminant Research, v.84, p.16-21, 2009.

MAKOVICKÝ, P., MELINDA-NAGY, M., MAKOVICKÝ, P. Growth curves in lambs of various genotypes created on the basis of ýmproved valachian and Tsigai breeds. Acta Universitatis Agricultura et Silviculturae Mendelianae Brunnensis, v. 65, n. 13, p.111-118, 2017.

MCMANUS, C.; FERNANDES, L. A. C.; MIRANDA, R. M.; MORENO-BERNAL, F. E.; SANTOS, N. R. Curvas de Crescimento de Ovinos Bergamácia Criados no Distrito Federal. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 32, n. 5, p.1 207-1212, 2003.

MOREIRA, R. P.; BRENO PEDROSA, V.; FALCÃO, P. R.; SIEKLICKI, M. D. F., GOMES ROCHA, C.; CORDEIRO DOS SANTOS, I.; FERREIRA, E. M.; DE SOUZA MARTINS, A. Growth curves for Ile de France female sheep raised in feedlot. Semina: Ciências Agrárias, v. 37, n. 1, p.303-310, 2016.

PASTERNAK, H.; SHALEV, B.A. The effect of a feature of regression disturbance on the efficiency of fitting growth curves. Growth, Development & Aging, Bar Harbor, v. 58, n. 1, p. 33-39, 1994.

R Development Core Team. R: A language and environment for statistical computing. Vienna: R Foundation for Statistical Computing, 2016. URL http://www.R-project.org

SANTOS, A. L. P.; MOREIRA, G. R.; BRITO, C. C. R.; GOMES-SILVA, F.; DA COSTA, M. L. L.; PIMENTEL, P. G.; FILHO. M. C.; MIZUBUTI, I. Y. Method to generate growth and degrowth models obtained from differential equations applied to agrarian sciences. Semina: Ciências Agrárias, v. 39, n. 6, p. 2659-2672, 2018.

SARMENTO, J. L. R.; REGAZZI, A. J.; SOUSA, W. D.; TORRES, R. D. A.; BREDA, F. C.; MENEZES, G. D. O Estudo da curva de crescimento de ovinos Santa Inês. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 35, n. 2, p. 435-442, 2006.

SILVA, F.L.; ALENCAR, M.M.; FREITAS, A.R.; PACKER, I.U.; MOURÃO, G.B. Curvas de crescimento em vacas de corte de diferentes tipos biológicos. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.46, n.3, p.262-271, 2011.

SOUZA, G. S. Introdução aos modelos de regressão linear e não linear. Brasília: Embrapa-SPI/Embrapa-SEA, 1998. 489p.

TEIXEIRA NETO, M. R.; CRUZ, J. F da; FARIA, H. H. N.; SOUZA, E. S.; CARNEIRO, P. L. S; MALHADO, C. H. M. Descrição do crescimento de ovinos Santa Inês utilizando modelos não-lineares selecionados por análise multivariada. Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Salvador, v. 17, n. 1, p. 26-36, 2016.

TORAL, F.L.B. Número e intervalo de pesagens para estimação de parâmetros de curvas de crescimento em bovinos. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 37, n. 12, p. 2120–2128, 2008.

ZAMPRONI, V.; PEREZ, H. L.; MORENO, G. M. B.; GARCIA SOBRINHO, A.; QUEIROZ, S. A.; THOLON, P. Modelos de curva de crescimento para ovinos de diferentes grupos genéticos entre as raças Ideal e Ile de France. In: ZOOTEC, CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA, 44., 2007, Londrina. Anais... Londrina: Associação Brasileira de Zootecnia, 2007.

YILMAZ, A.; KARAKUS, F.; BINGÖL, M.; KAKI, B.; SER, G. Effects of some factors on growth of lambs and the determination of growth curve models. Indian Journal of Animal Research, v. 52, n. 9, 1257-1262, 2018.

Publicado
29-07-2019