Pessoas com deficiência: análise dos resultados do Censo 2010 e a sua evolução

  • Paulo Tadeu M. S. Oliveira USP
Palavras-chave: Inclusão de pessoas com deficiência, Modelo logístico, Índice de risco

Resumo

Para que possa melhor incluir pessoas com deficiência, antes de mais nada, é de suma importância conhecer quais fatores que mais podem influenciar na qualidade de vida e nos procedimentos de inclusão destas pessoas e como é possível verificar se existe melhora. Diante deste cenário, propomos para este trabalho; utilizando os dados do Censo Demográfico 2010 provenientes do questionário completo respondido com o auxílio dos recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que coletou os dados de 20635472 pessoas selecionadas que compuseram a amostra, investigar as deficiências para enxergar, ouvir, locomover e mental e os relacionamentos existentes entre variáveis relacionadas dos blocos instrução, renda, família e identificação para fazer estudos comparativos entre grupos de pessoas com deficiência e de outros que não possui deficiência. Para que fosse possível identificar quais variáveis presentes nos blocos mencionados anteriormente são significantes no ajuste das diferentes deficiências foi feito ajuste por modelo de regressão logística considerando como resposta as diferentes deficiências e como independentes as variáveis dos blocos mencionados anteriormente. Por fim, com a finalidade de fazer um melhor acompanhamento das condições de vida destas pessoas foi proposto a criação do índice de risco deficiência como um instrumento de avaliação contínua para melhor avaliação que deve está sendo realizado pelos diferentes poderes sejam eles públicos ou privados para um melhor atendimento das reinvindicações destas pessoas.

Referências

DINIZ, C.; LOUZADA, F. Modelagem Estatística para risco de crédito. ABE, São Paulo - SP. 2012.

DRAPER, N.R.; SMITH, H.Applied regression analysis. Jonh wiley, New York. 1998.

FIGUEIRA, E. Caminhando em Silêncio. Giz Editorial e Livraria Ltda, São Paulo - SP. 2008.

GARCIA, V.G. Pessoas com deficiência e o mercado de trabalho - histórico Tese de Doutorado, Instituto de Economia - UNICAMP, Campinas - SP. 2010.

HASTIE, T.; TIBSHIRANI, P.; FRIEDMANN, J. The elements of learning: data mining, inference and prediction. Springer, Canada. 2009.

HOSMER, D.W.; LEMESHOW, S. Applied Logistic regression. New York, Jonh Wiley & Sons. 2000.

KYUNG, M.; GILL, J.; GLOSH, M.; CASELLA, G. Penalized regression standard errors and bayesian lassos. Bayesian Analysis 5(2): 369-412. 2010.

MEADOWS, D. Indicators and informations systems for sustainable development. The sustanaibility institute, Hartland VT. 1998.

OLIVEIRA, M. C. Avaliação de necessidades educacionais construindo uma nova política educacional. 157p. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade do Estado do Rio de Janeiro. 2009.

OLIVEIRA, P.M.S. Aplicação do algoritmo genético no mapeamento de genes epistáticos em cruzamentos controlados. Tese de doutorado, Instituto de Matemática e Estatística, USP, São Paulo-SP. 2008.

SILVA, O.M. A Epopéia Ignorada. CEDAS, São Paulo-SP. 1986.

Publicado
17-09-2014