PLANEJAMENTO AMOSTRAL PARA REDUZIR A IMPRECISÃO NA AMOSTRAGEM POR CONGLOMERADOS EM DUAS ETAPAS

  • Jackson Pereira Junior Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso
  • Mariano Martínez Espinosa Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT
  • Rafael Luis Silva Maciel Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT
  • Iury Amaral Rodrigues Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT
Palavras-chave: população, amostra, amostragem, estratos, conglomerado

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi apresentar um planejamento amostral para reduzir a imprecisão na amostragem por conglomerados em duas etapas. Trata-se de um estudo metodológico sobre o planejamento amostral e determinação do tamanho da amostra em pesquisas de base populacional. Uma vez que neste tipo de pesquisas cientificas em geral é utilizada amostragem por conglomeradas em duas ou mais etapas para inferir sobre uma determinada população. No entanto, ao se realizar uma pesquisa com conglomerados sorteados aleatoriamente existe um aumento da imprecisão devido às possíveis correlações das unidades amostrais dentro e entre os conglomerados, por esse motivo quando conglomerados são utilizados, usualmente é considerada uma correção denominada de efeito de desenho. Assim para determinar o tamanho de amostra utiliza-se a amostragem aleatória simples e a seguir este valor é corrigido multiplicando-o pelo valor do efeito do desenho. Além disso é importante estratificar a população para reduzir a variância e ainda considerar um acréscimo para possíveis ausência de resposta. Para isso no presente estudo o tamanho da amostra foi multiplicado pelo efeito do desenho e adicionado uma taxa mínima de resposta estimada igual a 85%. Com o procedimento apresentado neste estudo espera-se uma boa representatividade na amostra, por conglomerados em dois estágios em cada município considerado na pesquisa. Considera-se que este estudo seja de grande relevância para o planejamento amostral das diversas pesquisas que pretendam realizar estudos de base populacional.

Referências

BOLFARINE, H.; BUSSAB, W. O. Elementos de amostragem. Editora Edgar Blücher. São Paulo, 2005, 274p.

KISH, L. Survey sampling. John Wiley & Sons, inc., New York, 1965, 664p.

Publicado
29-07-2019