Perfil do consumidor brasileiro disposto a pagar por práticas de produção animal ambientalmente sustentáveis

  • Marcela Mello Brandão Vinholis Embrapa Pecuária Sudeste
  • Renata Tieko Nassu Embrapa Pecuária Sudeste
  • Waldomiro Barioni Jr. Embrapa Pecuária Sudeste
Palavras-chave: carne bovina, produção sustentável, consumidor final

Resumo

É crescente a preocupação do consumidor com métodos de produção de alimentos mais sustentáveis e com menor impacto ao meio ambiente e à saúde humana, particularmente os consumidores de países com elevada renda per capita. No Brasil ainda são escassas as investigações sobre o perfil do consumidor de carne em relação a este atributo do produto. Este estudo tem por objetivo identificar o perfil do consumidor disposto a valorizar os métodos de produção de carne bovina mais sustentáveis. Uma base de dados  cross-section com 402 observações de consumidores no território brasileiro  compreende a amostra usada para o teste de hipóteses (qui-quadrado). Os resultados mostram que o perfil deste consumidor é restrito a um nicho de consumidores com elevada renda, alta escolaridade, idade mais elevada, sexo feminino, que valoriza a qualidade da carne em detrimento do preço no momento da compra e presta atenção às informações sobre a qualidade disponível no rótulo do produto. Os resultados sugerem que há oportunidade para a indústria de alimentos comunicar o atributo sobre métodos de produção de alimentos mais sustentáveis como um adicional a outros atributos da carne.

Referências

BALBINO, L.C. CORDEIRO, L. A. M.; SILVA, V. P.; MORAES, A. D.; MARTÍNEZ, G. B.; ALVARENGA, R. C.; ... GALERANI, P. R. Evolução tecnológica e arranjos produtivos de sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta no Brasil. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 46, n. 10, p. 0-0, 2011.

BARZEL, Y. Measurement cost and the organization of markets. Journal of Law & Economics, Chicago, v. 25, p. 488-500, Apr. 1982.

BHASKARAN, S.; POLONSKY, M.; CARY, J.; FERNANDEZ, S. Environmentally sustainable food production and marketing: opportunity or hype?. British food journal, v. 108, n. 8, p. 677-690, 2006.

BRAVO, C. P.; CORDTS, A.; SCHULZE, B.; SPILLER, A. Assessing determinants of organic food consumption using data from the German National Nutrition Survey II. Food quality and Preference, v. 28, n. 1, p. 60-70, 2013.

BRUGAROLAS, M. M. B.; MARTÍNEZ M. C.; POVEDA, A. M.; PÉREZ M. R. Determination of the surplus that consumers are willing to pay for an organic wine. Spanish Journal of Agricultural Research, n. 1, p. 43-51, 2005.

FAO. FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION. The state of food and agriculture; Livestock in the balance. 2009.

FIGUEIREDO, E. B., JAYASUNDARA, S., BORDONAL, R. O., BERCHIELLI, T. T., REIS, R. A., WAGNER-RIDDLE, C., & LA SCALA JR, N. (2017). Greenhouse gas balance and carbon footprint of beef cattle in three contrasting pasture-management systems in Brazil. Journal of Cleaner Production, v. 142, p. 420-431,2017.

FORBES, S. L.; COHEN, D. A.; CULLEN, R.; WRATTEN, S. D.; FOUNTAIN, J. Consumer attitudes regarding environmentally sustainable wine: an exploratory study of the New Zealand marketplace. Journal of cleaner production, v. 17, n. 13, p. 1195-1199, 2009.

GIL, J.; SIEBOLD, M.; BERGER, T. Adoption and development of integrated crop–livestock–forestry systems in Mato Grosso, Brazil. Agriculture, Ecosystems & Environment, v.199, p.394-406, 2015.

GRUNERT, K. G. Sustainability in the food sector: A consumer behaviour perspective. International Journal on Food System Dynamics, v. 2, n. 3, p. 207-218, 2011.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico, 2010. Disponível em www.ibge.gov.br.

JBS. Relatório anual e de sustentabilidade, 2017. Disponível em https://jbss.infoinvest.com.br/ptb/4587/JBS%20RA%20PT%20180427b%20Final.pdf. Acessado em 21/03/2019.

MAPA - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Plano setorial de mitigação e de adaptação às mudanças climáticas para a consolidação de uma economia de baixa emissão de carbono na agricultura: plano ABC (Agricultura de Baixa Emissão de Carbono). MAPA/ACS: Brasília. 173 p. (2012).

MARFRIG. Relatório de sustentabilidade, 2017. Disponível em http://www.marfrig.com.br/Uploads/Arquivos/Marfrig_RA17.pdf. Acessado em 21/03/2019.

MARTHA JR. G. B.; MUELLER, C.; ALVES, E. D. A.; VILELA, L. Análise ex-ante do desempenho econômico-financeiro de alternativas de integração lavoura-pecuária no Triângulo Mineiro e no sudoeste Goiano. Planaltina: Embrapa Cerrados, 2009.

MINERVA. Relatório de sustentabilidade, 2017. Disponível em http://online.flipbuilder.com/bkyt/wpsx/mobile/index.html#p=1. Acessado em 21/03/2019.

NOTARNICOLA, B.; HAYASHI, K.; CURRAN, M. A.; HUISINGH, D. Progress in working towards a more sustainable agri-food industry. Journal of Cleaner Production, v. 28, p. 1-8, 2012.

OLIVEIRA, C. B.; BORTOLI, E. C.; BARCELLOS, J. O. J. Diferenciação por qualidade da carne bovina: a ótica do bem-estar animal. Ciência rural, v. 38, n. 7, 2008.

ORTEGA, D. L.; WOLF, C. A. Demand for farm animal welfare and producer implications: Results from a field experiment in Michigan. Food Policy, v. 74, p. 74-81, 2018.

SAES, M. S. M.; SPERS, E. E. Percepção do consumidor sobre os atributos de diferenciação no segmento rural: café no mercado interno. Organizações Rurais & Agroindustriais, v. 8, n. 3, 2006.

SCHÄUFELE, I.; HAMM, U. Consumers’ perceptions, preferences and willingness-to-pay for wine with sustainability characteristics: A review. Journal of Cleaner production, v. 147, p. 379-394, 2017.

STRANIERI, S.; RICCI, E. C.; BANTERLE, A. Convenience food with environmentally-sustainable attributes: A consumer perspective. Appetite, v. 116, p. 11-20, 2017.

TAIT, P.; SAUNDERS, C.; GUENTHER, M.; RUTHERFORD, P. Emerging versus developed economy consumer willingness to pay for environmentally sustainable food production: A choice experiment approach comparing Indian, Chinese and United Kingdom lamb consumers. Journal of Cleaner Production, v. 124, p. 65-72, 2016.

VILELA, L.; MARTHA JR.; G. B., MACEDO, M. C. M.; MARCHÃO, R. L.; GUIMARAES JUNIOR, R.; PULROLNIK, K.; MACIEL, G. A. Sistemas de integração lavoura-pecuária na região do Cerrado. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.46, n.10, p.1127-1138, 2011.

VINHOLIS, M. M. B.; TOLEDO, J. C.; SOUZA FILHO, H. M. Efeito dos mecanismos de redução da assimetria da informação e da incerteza da qualidade na estrutura de governança. Organizações Rurais & Agroindustriais, v. 14, n. 3, 2012.

SAS Institute Inc., Cary, NC, USA, Software 9.3, 2010.

Publicado
29-07-2019