DESEJAR A DEUS, PECADO OU PARAÍSO? UM ESTUDO LITERÁRIO SOBRE O CORPO FEMININO EM TERESA D’ÁVILA

  • Isabelle Merlini Chiaparin UNICAMP
Palavras-chave: Teresa D'Ávila, Literatura de mulher, Mística, Corpo, Análise literária, Século de Ouro

Resumo

Se o corpo é um dos grandes paradoxos da religiosidade, o corpo feminino é um escândalo. Baseado em princípios medievalistas, o século XVI acolheu diversas restrições acerca da relação entre corpo e Deus, sugerindo a exclusão de todo o prazer corpóreo - provindo do sexo ou não - com a finalidade de alcançar a perfeição. Tal restrição recaiu ainda mais sobre o corpo feminino, condenado tal como fora Eva pela queda de Adão. Assim, o ápice da relação corpórea feminina será a virgindade, como modo de “reter” a pureza. É nesse cenário que Teresa D’Ávila (1515-1582), a primeira mulher considerada Doutora da Igreja pelo catolicismo, desenvolve sua relação interior e exterior com Deus. Que a alma alcança Deus é inegável, porém, teria o corpo essa mesma capacidade? Através da reconfiguração de Deus em sua produção poética e da análise do livro bíblico do Cântico dos Cânticos, Teresa desejará a Deus como homem e se entregará a ele como mulher. O matrimônio espiritual é a chave de leitura para compreender a entrega do corpo a Deus e, paradoxalmente, a entrega de Deus à alma. Este artigo deseja compreender o desejo por Deus em Teresa, à luz do paradoxo do corpo.

Biografia do Autor

Isabelle Merlini Chiaparin, UNICAMP

Isabelle Merlini Chiaparin é mestranda no Programa de Pós-Graduação em Teoria e História Literária pelo Instituto de Estudos da Linguagem (UNICAMP), licenciada em Filosofia e bacharela em Ciências e Humanidades (UFABC). Atuou na área da filosofia política, estudando o conceito de liberdade na obra de Jean-Jacques Rousseau (1712-1778), sendo bolsista de Iniciação Científica (FAPESP). Atualmente, desenvolve pesquisa na área da literatura comparada investigando na obra da monja carmelita Teresa D’Ávila (1515-1582) a poética e a liberdade de escrita através de bolsa por excelência acadêmica (CAPES). Entre literatura e filosofia, o objetivo de sua pesquisa atual é dar voz a filósofas e pensadoras que, excluídas dos debates e das Universidades, não tiveram a oportunidade de serem lidas e conhecidas, prejudicando – e muito – os estudos em humanidades. Possui interesse em estudos que contemplem a poesia como construção do indivíduo, bem como os processos de escrita na literatura feita por mulheres.   

Referências

AGOSTINHO. Confissões. São Paulo: Penguin Classics Companhia das Letras, 2017.

ÁVILA, Teresa de. Escritos de Teresa de Ávila – Obras completas. São Paulo: Loyola, 2001.

BÍBLIA DE JERUSALÉM. São Paulo: Paulus, 2015.

GOÉS, Clara. Aspectos da espiritualidade feminina em Teresa D’Ávila. IN: COSTA, Sandro da; SILVA, Andréia Cristina Lopes Frazão da e SILVA, Leila Rodrigues da (Org.) Atas do Ciclo “A Tradição Monástica e o Franciscanismo”. Realizado no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ de 7 a 11 de outubro de 2002. 262 p. – Rio de Janeiro, fevereiro de 2003.

GOMES, Daiany Souza Macelai de Oliveira. O Tribunal do Santo Ofício espanhol: Continuidades e inovações nas práticas processuais (Sécs. XIV-XVI). 2009. 122 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2009.

LE GOFF, Jacques; TRUONG, Nicolas. Uma história do corpo na Idade Média. Tradução: Marcos Flamínio Pires. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

PEDROSA-PÁDUA, Lúcia. Santa Teresa de Jesus: mística e humanização. São Paulo: Paulinas, 2015.

PEDROSA-PÁDUA, Lúcia. Relações e afetos nas cartas de Santa Teresa. IN.: PEDROSA-PÁGUA, Lúcia (org.) Santa Teresa: mística para o nosso tempo. Rio de Janeiro: Editora PUC Rio; Editora Reflexão, 2011.

SPITZER, Leo. Três poemas sobre o êxtase. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.

VILLAS BOAS, Alex. A mística poética como reinvenção da própria vida ou a poesia de si em Santa Teresa De Ávila. IN.: PEDROSA-PÁGUA, Lúcia (org.) Santa Teresa: mística para o nosso tempo. Rio de Janeiro: Editora PUC Rio; Editora Reflexão, 2011. P. 161-187.

Publicado
21-12-2021
Como Citar
Merlini ChiaparinI. (2021). DESEJAR A DEUS, PECADO OU PARAÍSO? UM ESTUDO LITERÁRIO SOBRE O CORPO FEMININO EM TERESA D’ÁVILA. Revista (Entre Parênteses), 10(2), 01-19. https://doi.org/10.32988/rep.v10n2.1507
Seção
DOSSIÊ LITERATURA DE AUTORIA FEMININA EM LÍNGUA ESPANHOLA EM PERSPECTIVA