UMA UMA VIDA SEM TRADUÇÃO

ARIEL DORFMAN E SUA VIDA DUPLA

  • Valeria Brisolara UNISINOS
Palavras-chave: Tradução; linguagem; mobilidade linguística; memórias de linguagem; Ariel Dorfman.

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar e relacionar o ensaio “Footnotes to a double life” e as narrativas de memória Heading south, looking north: a bilingual journey e Rumbo al sur, Deseando el norte: un romance en dos lenguas, usando-as como ponto de partida para uma discussão sobre tradução, mobilidade linguística (BRISOLARA, 2010)  e memórias de linguagem (PAVLENKO, 2006).  A questão principal, na perspectiva adotada, recai sobre a construção, ou reconstrução de uma autoria, de uma voz autoral, no cruzamento entre as duas línguas. (BRISOLARA, 2017).

Biografia do Autor

Valeria Brisolara, UNISINOS

Bacharel em Letras-Tradução (UFRGS). Doutora em Letras (UFRGS). Professora do Curso de Letras da UNISINOS – Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Referências

BRISOLARA, Valéria. Identidade e construção de autoria em uma língua adicional: as memórias ou autobiografias de linguagem. SCRIPTA, Belo Horizonte, v. 21, n. 42, p. 117-133, 2º sem. 2017.

BRISOLARA, Valéria. “Mobilidade linguística”. In: BERND, Zilá. (Org.). Dicionário das mobilidades culturais: percursos americanos. Porto Alegre: Litteralis, 2010.

BRISOLARA, V. S. O ensino de línguas adicionais e a construção de identidade entre-línguas. In: CIDIS - Congresso Internacional de Dialetologia e Sociolinguística, v.1, 2012. Anais do II CIDIS, São Luis: EDUFMA, 2012. p. 2143-2151.

CULLER, Jonathan. Teoria Literária: uma introdução. São Paulo: Beca, 1999.

DORFMAN, Ariel. Footnotes to a double life: In: LESSER, Wendy (Ed.). The genius of language: fifteen writers reflect on their mother tongues. New York: Pantheon, 2004.

DORFMAN, Ariel. Heading south, looking north: a bilingual journey. New York: Penguin, 1999.

DORFMAN, Ariel. Rumbo al sur, Deseando el norte: un romance en dos lenguas. Nueva Yorke: Siete Cuentos Editorial, 2001.

KELLMAN, Steve. Switching languages: translingual writers reflect on their craft. Lincoln and London: University of Nebraska Press, 2000a.

KELLMAN, Steven. The Translingual imagination. Lincoln and London: University of Nebraska Press, 2000b.

LESSER, Wendy (Ed). The genius of language: fifteen writers reflect on their mother tongues. New York: Pantheon, 2004.

NINA, Cláudia. A Palavra usurpada: Exílio e nomadismo na obra de Clarice Lispector Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003.

PAVLENKO, Aneta. Autobiographic narratives as data in applied linguistics. Applied Linguistics, v. 1, p. 163-188, 2007

PAVLENKO, Aneta. Bilingual Selves. In: PAVLENKO, Aneta (ed.). Bilingual Minds: Emotional experience, expression, and representation. Clevedon: Multilingual Matters, 2006.

STEINER, Georges. Extraterritorial: Papers on literature and the language revolution. New York: Antheneum, 1971.

SAID, Edward. “On Originality”. In: ______. The World, the text, and the critic. Cambridge: Harvard University Press, 1983.
Publicado
10-12-2020
Como Citar
BrisolaraV. (2020). UMA UMA VIDA SEM TRADUÇÃO: ARIEL DORFMAN E SUA VIDA DUPLA. Revista (Entre Parênteses), 2(9). https://doi.org/10.32988/rep.v2n9.1213
Seção
DOSSIÊ ESCRITORES (E) MIGRANTES NA NARRATIVA DE LÍNGUA INGLESA CONTEMPORÂNEA