Rap: a literatura marginal (periférica) como metodologia no ensino da Língua Portuguesa

Palavras-chave: Literatura Marginal, Música no Ensino, Rap, Metodologia de Ensino

Resumo

Uma reflexão sobre os métodos tradicionais de ensino da língua portuguesa é necessária. Para tal, o presente artigo visa trazer o conceito de literatura marginal (periférica) para o contexto escolar, apresentando a música e o gênero musical rap como estratégias para o ensino da língua, uma vez que despertam o interesse dos alunos para as aulas. Por meio de conceitos e contextualizações, este estudo acentua a importância do uso da música no ensino, independente da disciplina, revelando uma estratégia para o uso do rap nas aulas, com um relato de experiência de um projeto do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID).

Biografia do Autor

Marcus Vinícius Soares da Costa , Secretaria de Educação do Espírito Santo

Graduado em Letras - Língua Portuguesa pelo Centro Universitário São Camilo - ES (2017). Especialista em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira pela Faculdade Capixaba da Serra (2019). Pós-graduando em Linguagens, Tecnologias e Educação (UFMG). Participou como pesquisador/bolsista do PIBID entre os anos de 2015 e 2017, desenvolvendo projetos nas áreas de Educação em Direitos Humanos, Educação para as Relações Étnico-Raciais, Literatura e Língua Portuguesa. Possui experiência como Avaliador ad hoc em períodico de Letras. Atualmente é professor de Língua Portuguesa e Literatura na Secretaria de Educação do Estado do Espírito Santo, com experiência no Ensino Regular e em Espaços de Privação de Liberdade.

Referências

ALVES, Ana Cristina Tannús. Em busca do discurso poético de Aristide Klafke: Marginalia e contracultura. 118p. 2007. Dissertação de Mestrado.

AZEVEDO, L. Estratégias para enfrentar o presente: a performance, o segredo e a memória (literatura contemporânea no Brasil e na Argentina- dos anos 90 aos dias de hoje) Tese de doutorado em Letras: Literatura Comparada: R.J.: UERJ,2004. Inédita.

BOSI, Alfredo. A escrita e os excluídos. In: Literatura e resistência. São Paulo, Companhia das Letras, 2002.

DAYRELL, Juarez. A Música Entra em Cena: o rap e o funk na socialização da juventude. Belo Horizonte, Editora UFMG, 2005.

Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa. Versão 1.0- Dezembro 2001. Copyright 2001. Instituto Antônio Houaiss. Produzido e distribuído pela editora Objetiva. Ltda.

FERRÉZ. Capão Pecado. Rio de janeiro, Editora objetiva, 2005.

Fonseca, Ana Silvia Andreu da. Versos violentamente pacíficos: o rap no currículo escolar. Campinas, SP: [s.n.], 2011.

HALL, Stuart. A identidade Cultural na pós-modernidade; tradução: Tomaz Tadeu da Silva, Guaracira Lopes Louro, Rio de Janeiro: DP&A Editora, 1997.

HOLLANDA, Heloísa Buarque de. Esses Poetas – uma antologia dos anos 90, (organização), Aeroplano Editora, RJ, 1998.

Legião Urbana. Que País é Esse?. Disponível em: <https://www.letras.mus.br/legiao-urbana/46973/>. Acesso em: 06 de abril de 2021.

LINS, Paulo. Cidade de Deus. São Paulo, Companhia das Letras, 1997.

MATTOSO, Glauco. O que é poesia marginal? 2a ed. Coleção Primeiros Passos. São Paulo, 1981.

NASCIMENTO, Érica Peçanha. “Literatura Marginal”: os escritores de periferia entram em cena. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social). Universidade de São Paulo, 2006.

NEVES, Lair Aparecida Delphino. Rap na Sala de Aula. In: Rap e Educação, Rap é Educação, Elaine Nunes Andrade (Org.) Selo Negro, 1999.

SOARES, Mei Hua. A Literatura Periférica na Escola. 156 p. 2008. Dissertação de Mestrado.

PELLEGRINI, Tânia. No fio da navalha: literatura e violência no Brasil de hoje. In: Ver e imaginar o outro: alteridade, desigualdade, violência na literatura brasileira contemporânea, Regina Dalcastagnè (Org.) Editora Horizonte, 2008.

Projota. Ela Só Quer Paz. Disponível em <https://www.letras.mus.br/projota/ela-so-quer-paz/>. Acesso em: 06 de abril de 2021.

Wesley Safadão. A Dama e o Vagabundo. Disponível em <https://www.vagalume.com.br/wesley-safadao/a-dama-e-o-vagabundo.html>. Acesso em: 06 de abril de 2021.

Publicado
30-06-2021
Como Citar
Soares da CostaM. V. (2021). Rap: a literatura marginal (periférica) como metodologia no ensino da Língua Portuguesa. Revista (Entre Parênteses), 10(1), e021009. https://doi.org/10.32988/rep.v10n1.1157