O MALANDRO JOÃO GRILO: TRAÇOS DA COMICIDADE EM GUEL ARRAES

Palavras-chave: Cinema brasileiro, Cultura, Malandro, Cômico.

Resumo

A presente proposta investiga traços da malandragem no personagem João Grilo na obra cinematográfica, O Auto da Compadecida, dirigido por Guel Arraes e realizado com base na obra dramatúrgica de Ariano Suassuna, com o objetivo de descrever, estudar e identificar essas marcas pertinentes do típico malandro e sua comicidade. A análise é qualitativa de caráter biblio-filmográfico e ocorre a partir dos elementos risíveis que se apresentam na referida malandrice do protagonista que envolve todos os outros núcleos em seus imbróglios. Para fundamentar a análise, busca-se suporte em Suassuna (2005), que ressalta questões relacionadas ao caricato homem sertanejo; Candido (1993), o qual traz contribuições significativas no campo da temática do personagem malandro; Bergson (1983), que analisa o riso e o cômico na representação da sociedade. Como resultado, constata-se que a jocosidade presente na narrativa fílmica está marcada por estereótipos risíveis do personagem principal. Portanto, a astúcia do típico malandro acarreta em cenas de caráter cômico, os quais proporcionam o riso na citada filmografia.

Biografia do Autor

Tatiana da Silva Santos, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC
Mestranda do Programa de Pós Graduação em Letras: Linguagens e Representações (PPGL), da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).
Marlucia Mendes da Rocha, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC
Possui graduação em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1978), mestrado em Artes Cenicas pela Universidade de São Paulo (1996) e doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2009). Atualmente é profª - Cesupi Faculdade de Ilhéus, avaliador in loco institucional do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira e professor adjunta da Universidade Estadual de Santa Cruz. Desenvolve pesquisa em Comunicação e Cultura Popular.Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Dramaturgia, atuando principalmente nos seguintes temas: memória, telenovela, literatura e dramaturgia, questões de gênero, mídia, adaptação.

Referências

CANDIDO, Antonio. “Dialética da malandragem”. In: O discurso e a cidade. São Paulo: Duas Cidades, 1993.

BERGSON, Henri. O Riso: ensaio sobre a significação do cômico. 2ª. ed. – Rio de Janeiro: Zahar, 1983.

DAL SASSO, Sônia Maria. Auto da Compadecida: João Grilo e a carnavalização do sagrado. Juiz de Fora: 2008. Originalmente apresentada como dissertação de mestrado, Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, 2008.

DAMATTA, Roberto. Carnavais, malandros e heróis: para uma sociologia do dilema brasileiro. 6. ed. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.

JUNG, C. G. Memórias, Sonhos e Reflexões. 16.ed. trad. Dora Ferreira da Silva. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1994.

NASCIMENTO, Joalline Carla Alves do; MOTA, Iraê Pereira. João Grilo, o amarelo mais esperto do Nordeste: Uma análise folkcomunicacional do personagem n'O Auto da Compadecida de Guel Arraes. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XII Congresso de Ciências da Comunicação na Região Nordeste – Campina Grande – PB – 2010.

NASCIMENTO NETO, João Evangelista do. Perambulanças de João Grilo: do pícaro lusitano ao malandro brasileiro, as peripécias do (anti-)herói popular. 2014. 396 f. Tese (Doutorado em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

NIETZSCHE, Friedrich. Sobre verdade e mentira no sentido extra-moral (Coleção Os Pensadores). São Paulo: Nova Cultural, 1987.

O Auto da Compadecida. Direção de Guel Arraes. São Paulo: Globo Filmes, 2000. 1 DVD (105 min).

PROPP, Vladimir. Comicidade e riso. São Paulo: Ática, 1992.

RENÓ, Denis Porto. Agentes Folkcomunicacionais. In: GADINI, Sérgio Luiz; WOITOWICZ, Karina Janz (Org.). Noções básicas de Folkcomunicação: uma introdução aos principais termos, conceitos e expressões. Ponta Grossa: UEPG, 2007.

SILVA, Luciano Barros da. Ariano Suassuna e a origem de Chicó ou A mentira como Amor à Arte. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=tWjmUA2fzC0. Acesso em 14 de nov. 2018.

SUASSUNA, Ariano. Auto da compadecida. 35ª ed., Rio de Janeiro, Agir, 2005.

ZUMTHOR, Paul. Perfomance, percepção e leitura. Tradução: Jerusa Pires Ferreira, Suely Fenerich. São Paulo. Editora: Educ, 2000.

Publicado
08-09-2020
Como Citar
SantosT. da S., & da RochaM. M. (2020). O MALANDRO JOÃO GRILO: TRAÇOS DA COMICIDADE EM GUEL ARRAES. Revista (Entre Parênteses), 9(1). https://doi.org/10.32988/rep.v1n9.1109