Proporção de pessoas por faixa etária e sexo das cinco regiões do Brasil que contratarão planos de saúde de 2030

Bruna Costa Silva, Luísa Pimenta Terra

Resumo


O objetivo geral deste trabalho consiste em realizar uma projeção para se obter a quantidade de pessoas, por faixa etária e sexo, que contratará planos de saúde suplementar nas cinco regiões do Brasil até 2030. O objetivo específico consiste em analisar a proporção de idosos nos planos, visto que este fator é preocupante para a sustentabilidade financeira das seguradoras. Utilizou-se o método das componentes demográficas para projetar a população e em seguida aplicou-se a mesma taxa de pessoas que continham planos de saúde suplementar em 2010 na população projetada até 2030. A mudança na estrutura etária da população modifica o cenário dos planos de saúde, quando em 2030 haverá menos pessoas jovens e mais pessoas envelhecidas contratando planos de saúde, com esta demanda as operadoras de saúde suplementar tendem a ter dificuldades no setor financeiro, visto que quando o beneficiário possui idade mais avançada acarreta maior dispêndio por parte da seguradora.

Palavras chaves: planos de saúde, projeção populacional, fecundidade

The overall objective of this study is to show a prediction to the number of people, by age and gender, which would contract supplementary health plans in the five regions of Brazil by 2030. Specifically to obtain a number in proportion of older people that will take part in those health plans, as it is the biggest concern on financial sustainability in the insurance companies. Demographic components had been used as a method in order to project the population and then the same rate of people who had supplementary health plans in 2010 was projected into the possible population by 2030. The change in age structure of the population modifies the Health vision, when in 2030 there will be less young people and more older people contracting health plans. With this scenario the health care companies tend to have difficulties in the financial sector, therefor when the beneficiary is older, it increases the expenses to maintain a contract, resulting in a greater expenditure on the part of the insurance companies.

Key words: health plans, population projection, fecundity


Referências


ALBUQUERQUE, Fernando Roberto P. de C. e SENNA, Janaína R. Xavier “Tábuas de Mortalidade por Sexo e Grupos de Idade - Grandes e Unidades da Federação – 1980, 1991 e 2000. Textos para discussão, Diretoria de Pesquisas, IBGE, Rio de Janeiro, 2005.161p. ISSN 1518-675X ; n. 20

BRASIL. Decreto no 3.266, de 29 de novembro de 1999. Atribui competência e fixa a periodicidade para a publicação da tábua completa de mortalidade de que trata o § 8º do art. 29 da Lei no 8.213, de 24 de julho de 1991, com a redação dada pela Lei no 9.876, de 26 de novembro de 1999. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, ano 132, n. 228, 30 nov. 1999. Seção 1, p. 73. Disponível em: . Acesso em: nov. 2013.

BRASIL. Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998. Dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde. Diário Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasília, DF.

BRASIL. Mundo Educação. Geografia. Disponível em: http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/franca.htm. Acesso em: 18 de setembro de 2016.

GIVISIEZ, G. H. N.; RIOS-NETO, E. L. G.; RIANI, J. L. R. Introdução a métodos de estimativas e interpolações populacionais. Rios-Neto ELG, Riani JLR, organizadores. Introdução à demografia da educação. http://www. abep. nepo. unicamp. br/docs/outraspub/demoedu/parte1cap2p45a70. pdf (accessed on 12/Feb/2009).[Links], 2004.

IBGE. Indicadores Sociodemográficos- Prospectivos para o Brasil 1991-2030. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/projecao_da_populacao/publicacao_UNFPA.pdf

IBGE/DPE/Coordenação de População e Indicadores Sociais. Gerência de Estudos e Análises da Dinâmica Demográfica. Projeto UNFPA/BRASIL (BRA/02/P02) – População e Desenvolvimento – Sistematização das medidas e indicadores sociodemográficos oriundos da Projeção (preliminar) da população por sexo e idade, por método demográfico, das Grandes Regiões e Unidades da Federação para o período 1991/2030.BRASIL. Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998. Dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde. Diário Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasília, DF.

IESS. Guia da Saúde Suplementar. Disponível em: file:///E:/Documentos/oitavo%20período/projeção%20de%20populações/guia_iess_tela.pdf

NASCIMENTO, Izabel Cristina do. Dinâmica demográfica e crescimento econômico. 2006.

ONU. Population Division. Standard. Mortality. Disponível em: https://esa.un.org/unpd/wpp/Download/Standard/Mortality/. Acesso em: 18 de setembro de 2016.

PROJEÇÃO da população do Brasil por sexo e idade para o período 2000-2060; Projeção da população das Unidades da Federação por sexo e idade 2000-2030. Rio de Janeiro: IBGE, 2013. Disponível em: . Acesso em: nov. 2015.

SOCIODEMOGRÁFICOS, Indicadores. Prospectivos para o Brasil 1991-2030. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 2006.

TABNET/ANS 2013. . Dados acessados em 16 de agosto de 2013. *Um mesmo beneficiário pode ter um plano médico-hospitalar e outro exclusivamente odontológico. Dados acessados em 16 de agosto de 2013

YUNES, João. A dinâmica populacional dos países desenvolvidos e subdesenvolvidos. Rev Saúde Pública, v. 5, n. 1, p. 129-50, 1971.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .