Teletrabalho Teletrabalho na Secretaria Municipal de saúde de Belo Horizonte

Um recorte da percepção do teletrabalho nos recursos humanos

Palavras-chave: Pandemia de Covid-19, Secretaria Municipal de Belo Horizonte, Teletrabalho

Resumo

O presente estudo tem por objetivo verificar como seu deu o teletrabalho na Diretoria Estratégica de Pessoas da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Belo Horizonte, no contexto da pandemia de Covid-19, bem como mensurar suas consequências, sobretudo, para os servidores que nela atuaram. Para a realização da pesquisa, a metodologia utilizada foi de estudo de caso, por meio de um questionário com quarenta perguntas. Os resultados permitiram apresentar a situação dos servidores perante os desafios desse novo regime e demonstrar que a partir dele, em geral, foi possível aumentar tanto a produção quanto a satisfação em relação às demandas do trabalho.

Biografia do Autor

Bruno Ferreira de Castro, Universidade Federal de Alfenas

Graduado em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e Pós-graduando na Especialização em Gestão Pública Municipal pela UNIFAL-MG.

Alinne Alvim Franchini, Universidade Federal de Alfenas

Doutora em Economia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e docente do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da UNIFAL-MG.

Referências

AGÊNCIA BRASIL. Trabalho remoto gerou economia de R$ 1,4 bi no Executivo federal, 2021. Disponível em https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2021-08/trabalho-remoto-gerou-economia-de-r-14-bi-no-executivo-federal. Acesso em: 2 de jul. 2022

BELZUNEGUI-ERASO, A.; ERRO-GARCÉS, A. Teleworking in the Context of the Covid-19 Crisis. Sustainability, [S.L.], v. 12, n. 9, p. 3662, 1 maio 2020.Disponível em: https://www.mdpi.com/2071-1050/12/9/3662/pdf?version=1588744685. Acesso em: 01.nov.2022.

BRASIL. Projeto de Lei no 3.512, de 2020. Dispõe sobre os direitos dos teletrabalhadores, adequando a norma já existente. Disponível em: https://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/143001. Acesso em: 2 jul. 2022.

DANIELS, K.; LAMOND, D.; STANDEN, P. Teleworking: Frameworks for Organizational Research. Journal of Management Studies, [S.L.], v. 38, n. 8, p. 1151–1185, dez. 2001. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/pdf/10.1111/1467-6486.00276?casa_token=muLUCjBi0NUAAAAA:ljfyuMPwfY5mhPRDDUYSuNk6d3q1qzzdzd1LFdPDTUZJa-9cgoR02VAn3FVMEvaDwPXVT0Cu7xFsZ7DPBw. Acesso em: 01.nov.2022.

EUROFOUND AND THE INTERNATIONAL LABOUR OFFICE, Working anytime, anywhere: The effects on the world of work. Publications Office of the European Union, Luxembourg, and the International Labour Office, Geneva, 2017.

EUROPEAN COMISSION. Benchmarking progress on new ways of working and new forms of business across Europe. ECaTT final report 2000. Bruxelas: IST, 2000.

FRANCO FILHO, Georgenor de Sousa. Curso de Direito do Trabalho de acordo com a Lei n 13.467/17 e a MP n. 808/2017. 4a Ed. São Paulo: LTR, 2018.

G1. Coronavírus: Belo Horizonte tem o primeiro caso confirmado. Disponível em: https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2020/03/16/coronavirus-belo-horizonte-tem-o-primeiro-caso-confirmado.ghtml Acesso em: 02 de jul. 2022

LIMA, H.F. O teletrabalho e a pandemia do COVID-19. Trabalho de Conclusão de Curso. Escola de Direito e Relações Internacionais. PUC- Goiás, Goiás, 2020.

OLIVEIRA, M. F. Metodologia científica: um manual para a realização de pesquisas em administração. Universidade Federal do Goiás. Catalão, 2011. Disponível em: <https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/567/o/Manual_de_metodologia_cientifica_-_Prof_Maxwell.pdf>. Acesso em: 16 jul. 2022.

ROCHA, Cháris Telles Martins da; AMADOR, Fernanda Spanier. O teletrabalho: conceituação e questões para análise. Cad. EBAPE.BR, [S.L.], v. 16, nº 1, Rio de Janeiro, Jan./Mar. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cebape/a/xdbDYsyFztnLT5CVwpxGm3g/?lang=pt. Acesso em: 01.nov.2022.

ROCHA, Cláudio Jannotti da; MUNIZ, Mirella Karen de Carvalho Bifano. O teletrabalho à luz do artigo 6º da CLT: o acompanhamento do direito do trabalho às mudanças do mundo pós-moderno. Revista do Tribunal Regional do Trabalho da 3a Região, Belo Horizonte, v. 57, n. 87/88, p.101-115, jan. 2013. Disponível em: https://sistemas.trt3.jus.br/bd-trt3/bitstream/handle/11103/27195/claudio_jannotti_rocha_e_mirella_karen_carvalho_bifano_muniz.pdf?sequence=1. Acesso em: 01.nov.2022.

SILVA, G. M.G, SILVA, R.T.C. Teletrabalho no contexto da pandemia do COVID-19. 2021. Disponível em: <https://jus.com.br/artigos/91236/teletrabalho-no-contexto-da-pandemia-do-covid-19>. Acesso em: 13 jul. 2022.

SPADACIO, Cristiane; GUIMARÃES, Márcia; ALVES, Mello. Nos entremeios: o biológico e o social no Brasil no contexto da COVID-19 e o papel da Atenção Primária à Saúde. apsemrevista.org, [S.L.], p. 61–65, 2020. DOI: 10.14295/aps.v2i3.67. Disponível em: https://apsemrevista.org/aps/article/view/67. Acesso em: 3 jul. 2022.

Publicado
21-11-2022
Como Citar
Ferreira de CastroB., & FranchiniA. A. (2022). Teletrabalho Teletrabalho na Secretaria Municipal de saúde de Belo Horizonte: Um recorte da percepção do teletrabalho nos recursos humanos. Caderno De Estudos Interdisciplinares, 4(1), 120-142. Recuperado de https://publicacoes.unifal-mg.edu.br/revistas/index.php/cei/article/view/1981