DA DIVERSIDADE AGRÍCOLA À COMMODITIZAÇÃO DO TERRITÓRIO: OS EFEITOS DO AGRONEGÓCIO NA REGIÃO IMEDIATA DE ALFENAS – MINAS GERAIS

Palavras-chave: Commoditização do Território, Agronegócio do café, Agricultura Familiar, Sul de Minas Gerais, Geografia Agrária

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar a estrutura fundiária e a questão agrária regional, bem como o papel da agricultura familiar e do agronegócio, caracterizar as atividades agrícolas na região ao longo de 30 anos e entender o processo de commoditização do território, e ainda discutir as transformações ocorridas no espaço agrário da Região Imediata de Alfenas – Minas Gerais. Para atingir esses objetivos, foram consultados trabalhos realizados sobre a Geografia Agrária do Sul de Minas, e ainda utilizados dados secundários dos Censos Agropecuários do IBGE de 1995/96, 2006 e 2017, e da Pesquisa Agrícola Municipal do IBGE de 1988 a 2017. A agricultura não familiar corresponde a 24,2% do total de estabelecimentos e ocupa uma área de 61,3% do espaço rural. Já a agricultura familiar tem 75,8% dos estabelecimentos rurais e ocupa uma área correspondente a 38,7% do espaço rural regional. No contexto da comoditização do território, observa-se um crescimento da área plantada do café, em 12,4 %, o milho de 31,5% e a soja em mais de 1800%. Essas três culturas agrícolas em 1988 ocupavam 64,9% do território, em 2017 atingiu 86,6% do total, confirmando assim uma commoditização do território.

Biografia do Autor

Flamarion Dutra Alves, Universidade Federal de Alfenas - MG

Professor Associado II no Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGEO) da Universidade Federal de Alfenas-MG. Coordenador do PPGEO (2019-2021). Foi diretor do Instituto de Ciências da Natureza (2015-2017 e 2017-2019). Líder do Grupo de Pesquisa "Grupo de Estudos Regionais e Socioespaciais - GERES" da UNIFAL/MG. Professor Permanente no Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ). Integrante da Rede de Estudos Agrários- REA. Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal de Santa Maria (2004). Mestre em Extensão Rural pela Universidade Federal de Santa Maria (2006). Doutor em Geografia (2007-2010) na área de concentração: Organização do Espaço pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Campus Rio Claro. Atua em pesquisas na área de Geografia Agrária, História do Pensamento Geográfico, Relações campo-cidade, Cultura e Território.

Referências

ALVES, Flamarion Dutra. Cidades pequenas no sul de Minas Gerais: ruralidades presentes no território. In: FERREIRA, Marta Marujo; VALE, Ana Rute. (Orgs.) Dinâmicas Geográficas no Sul de Minas Gerais. Curitiba: Appris, 2018. p.107-127.

ALVES, Flamarion Dutra. Apontamentos teórico-metodológicos sobre a ruralidade. Revista Rural & Urbano. Recife. v.6, .1, 2021. p.27-46.

ALVES, Flamarion Dutra; LINDNER, Michele. Agronegócio do café no sul de Minas Gerais: territorialização, mundialização e contradições. OKARA: Geografia em debate. João Pessoa, v.14, n.2, 2020. p.433-451.

ALVES, Flamarion Dutra; VALE, Ana Rute do. (Orgs.) Faces da agricultura familiar na diversidade do rural brasileiro. Curitiba: Appris, 2016.

BRANQUINHO, Evânio dos Santos; SILVA, Letícia Silvério da. A reestruturação das cidades médias: o caso de Alfenas no sul de Minas Gerais. In: FERREIRA, Marta Marujo; VALE, Ana Rute. (Orgs.) Dinâmicas Geográficas no Sul de Minas Gerais. Curitiba: Appris, 2018. p.79-106-48.

COCA, Estevan. L. F.; ALVES, Flamarion Dutra; PISANI, Rodrigo José; SAMSONAS, H. P ; FERNANDES, F. B.; SOUZA JÚNIOR, S. A. A luta pela/na terra em tempos de instabilidade institucional: o Acampamento Quilombo Campo Grande, em Campo do Meio - MG. Boletim DATALUTA, v. 131, p. 2-9, 2018.

DIAS, Leila Christina. Redes: emergência e organização. In: CASTRO, Iná Elias de; GOMES, Paulo Cesar da Costa; CORRÊA, Roberto Lobato (Org). Geografia: conceitos e temas. 12.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2009. p.143-162.

GALEANO, Eduardo. As veias abertas da América Latina. Tradução Sérgio Faraco. 13. Reimpressão. Porto Alegre: L&PM, 2019.

GUIDA, Larissa Chiulli; ALVES, Flamarion Dutra. Cafeicultura especializada na mesorregião sul/sudoeste de Minas: a organização espacial produtiva. XXI Encontro Nacional de Geografia Agrária. Anais... Uberlândia. p.1-17, 2012.

IBGE - Divisão Regional do Brasil em Regiões Geográficas Imediatas e Regiões Geográficas Intermediárias. IBGE, Coordenação de Geografia. -Rio de Janeiro: IBGE, 2017.

IBGE - A Geografia do café. IBGE, Coordenação de Geografia. - Rio de Janeiro : IBGE, 2016.

KAGEYAMA, Angela A. Desenvolvimento rural: conceitos e aplicações ao caso brasileiro. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2008.

IBGE – Censo Agropecuário, 2017. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/censo-agropecuario/censo-agropecuario-2017 Acesso em: 08 de dezembro de 2021.

IBGE – Censo Agropecuário, 2006. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/censo-agropecuario/censo-agropecuario-2006/segunda-apuracao Acesso em: 10 de novembro de 2021.

IBGE – Censo Agropecuário, 1995/1996. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/censo-agropecuario/censo-agropecuario-1995-1996 Acesso em: 11 de dezembro de 2021.

INCRA – Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Informações gerais sobre os assentamentos da Reforma Agrária, 2017. Disponível em: https://painel.incra.gov.br/sistemas/index.php Acesso em: 08 de dezembro de 2021.

LUCAS, Kelson S.; VALE, Ana Rute. Assentamento Primeiro do Sul: passado de luta, presente de resistência e futuro de incertezas. Geografia Ensino & Pesquisa, v. 18, n. 1, p. 7-22, jan./abr. 2014.

OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino. Mundialização da Agricultura Brasileira. São Paulo: Iandé Editorial, 2016.

RUA, João. Ressignificação do rural e as relações cidade-campo: uma contribuição geográfica. Revista da ANPEGE, Fortaleza, ano 2, n. 2, p. -66. 2005.

SANTOS, Henrique Faria dos. Modernização da agricultura e relação campo-cidade: uma análise a partir do agronegócio cafeeiro no município de Alfenas – MG. Caminhos de Geografia. Uberlândia, v.15, n.51, 2014. p.154-171.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. 4.ed. São Paulo: EDUSP, 2006.

SEDA - Secretaria do Estado de Desenvolvimento Agrário (Alfenas, MG), et al. Laudo socioeconômico e produtivo das comunidades rurais da área da CAPIA, Campo do Meio – MG. Disponível em: http://dx.doi.org/10.13140/RG.2.2.14628.09600 . Acesso em: 08 de dezembro de 2021.

VALE, Ana Rute do. A agricultura familiar no contexto do agronegócio do café no Sul/Sudoeste de Minas: variações sobre o mesmo tema. In: FERREIRA, Marta Marujo; VALE, Ana Rute. (Orgs.) Dinâmicas Geográficas no Sul de Minas Gerais. Curitiba: Appris, 2018. p.17-48.

VALE, Ana Rute et al. Reprodução social e agroecologia nos Assentamentos Primeiro do Sul e Nova Conquista II de Campo do Meio – MG. Revista Retratos de Assentamentos. v.22, n.2, 2019. p.215-240.

Publicado
21-12-2021
Como Citar
Dutra AlvesF. DA DIVERSIDADE AGRÍCOLA À COMMODITIZAÇÃO DO TERRITÓRIO: OS EFEITOS DO AGRONEGÓCIO NA REGIÃO IMEDIATA DE ALFENAS – MINAS GERAIS. Boletim Alfenense de Geografia, v. 1, n. 2, p. 129-150, 21 dez. 2021.