CUIDADO FARMACÊUTICO PARA PACIENTES COM TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA

  • Luciene Alves Moreira Marques Universidade Federal de Alfenas -UNIFAL-MG
  • Michele Akemi Fuchiue Teofilo Teofilo

Resumo

Os transtornos de ansiedade que ocorrem a níveis mentais são agrupados dentro da Classificação Internacional das Doenças e no Manual Diagnóstico e Estatístico. Embora os sintomas possam variar bastante, esses transtornos caracterizam-se, na maioria das vezes, por uma associação de ideias e emoções negativas, preocupações excessivas, irritação extrema, com prejuízos para a vida cotidiana. Para a Organização Mundial da Saúde, elas são resultado de uma complexa interação de fatores biológicos, psicológicos e sociais. Os fatores biológicos seriam a relação entre a doença e as alterações anatômicas e anormalidades nos circuitos neuronais. Os fatores psicológicos envolvem uma sensação de medo extrema, podendo até incapacitar o indivíduo, e ansiedade e preocupação excessivas e de difícil controle. Esses sintomas acabam envolvendo familiares e amigos próximos do paciente, tendo impacto inclusive na vida profissional. Tem-se assim os fatores sociais envolvidos. Este trabalho tem por objetivo compreender como o cuidado farmacêutico pode atuar beneficamente no tratamento de pacientes com transtorno de ansiedade. Consiste em uma revisão narrativa de artigos científicos encontrados em sites de pesquisa. Como resultado, observou-se a atuação do farmacêutico no manejo da farmacoterapia, visando à adesão ao tratamento farmacológico, observando sua efetividade e segurança, contribuindo para diminuir os efeitos adversos, enfim, buscando melhorar a qualidade de vida do paciente. Conclui-se assim que o profissional farmacêutico possui um papel importante no tratamento de pacientes com transtorno de ansiedade.

Publicado
26-09-2023
Como Citar
Alves Moreira MarquesL., & TeofiloM. A. F. T. (2023). CUIDADO FARMACÊUTICO PARA PACIENTES COM TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA. Revista Farmácia Generalista / Generalist Pharmacy Journal, 5(1), 27-41. Recuperado de https://publicacoes.unifal-mg.edu.br/revistas/index.php/revistafarmaciageneralista/article/view/2208
Seção
Artigos de Revisão