DE JARDIM EM JARDIM: ITINERÁRIO HISTÓRICO PELAS PAISAGENS CULTURAIS BRASILEIRAS

Cristiane Maria Magalhães

Resumo


Os jardins, fenômenos históricos singulares, são paisagens que se inscrevem indelevelmente na memória das pessoas que percorrem seus caminhos perfumados. A história de um lugar pode ser contada por meio de seus jardins e parques. A proposta do texto é criar um itinerário cultural composto por alguns jardins brasileiros construídos em tempos históricos distintos e com variadas concepções, a saber: o Passeio Público (1779-1783) e o Jardim Botânico (1808), no Rio de Janeiro; o Jardim Romântico do Museu Mariano Procópio (1861), em Juiz de Fora (MG); os jardins que envolvem os balneários hidroterápicos de Caxambu (1912) e Poços de Caldas (1927), no Sul de Minas Gerais; e os jardins modernos de Burle Marx, o Jardim das Cactáceas (1934), em Recife (PE), e os Jardins do Edifício Gustavo Capanema (1937-1943), no Rio de Janeiro.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Periódico indexado em:

– Portal Periódicos CAPES (http://www.periodicos.capes.gov.br)

– DOAJ (https://doaj.org)

– Latindex (http://www.latindex.unam.mx)