SER PESCADOR EM GUAÍRA/PR: LIMITES E POSSIBILIDADES DA LUTA COLETIVA

Cátia Franciele Sanfelice de Paula

Resumo


Resumo: este artigo investiga as condições de vida e de trabalho de pescadores frente aos danos ambientais ocorridos em Guaíra/PR, materializados na formação do lago de Itaipu e na abertura de um canal de navegação no rio Paraná. Frente às transformações causadas por tais obras os pescadores se organizaram em um movimento social para resistir a elas. Desse modo, tentamos compreender os limites e as possibilidades da luta coletiva diante as práticas e projetos propostos, dentre eles, a tentativa de envolver os pescadores com a criação e industrialização da atividade pesqueira, a mediação do Estado e as dificuldades e limitações de sobrevivência por meio da pesca.

Palavras-chave: trabalho; pesca; danos ambientais.

Abstract: this article investigates the living and working conditions of fishermen against the environmental damage that occurred in Guaíra/PR, materialized in the formation of the Itaipu Lake and at the opening of a shipping channel on the Paraná River. Front of the transformations caused by such fishermen organized works in a social movement to resist them. In this way, we try to understand the limits and the possibilities of collective struggle on the practices and proposed projects, among them, the attempt to involve the fishermen with the creation and industrialization of fishing activity, the mediation of the State and the difficulties and limitations of survival through fishing.

Keywords: work; fishing; environmental damage.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Periódico indexado em:

– Portal Periódicos CAPES (http://www.periodicos.capes.gov.br)

– DOAJ (https://doaj.org)

– Latindex (http://www.latindex.unam.mx)