MOVIMENTO ESTUDANTIL E RELAÇÕES INTER-RELIGIOSAS
PDF

Palavras-chave

Ocupações secundaristas; Relações Inter-religiosas; Juventude

Como Citar

Douglas Franco Bortone, & Luis Antônio Groppo. (2022). MOVIMENTO ESTUDANTIL E RELAÇÕES INTER-RELIGIOSAS. Indagações Em Educação, 18-32. Recuperado de https://publicacoes.unifal-mg.edu.br/revistas/index.php/indagacoesemeducacao/article/view/1895

Resumo

A proposta do artigo consiste em apresentar parte dos resultados de pesquisa, cujos relatos e registros apontaram para as relações inter-religiosas constituídas na participação de jovens estudantes no movimento estudantil. Destacamos que, o encontro entre as diversas expressões religiosas nas ocupações secundaristas ofereceu elementos para uma reconfiguração da religiosidade juvenil, voltada aos direitos humanos e menos dogmática. Com caráter qualitativo, os dados apresentados se originam em uma pesquisa maior que ouviu 80 estudantes em diversos estados federativos, buscando conhecer sua participação em organizações políticas, sociais e religiosas.

PDF

Referências

A (RE)CONSTRUÇÃO da identidade religiosa inclui dupla ou tripla pertença. Entrevistador: Revista IHU on-line. Entrevistada: Sílvia Fernandes. 7 jul. 2012. Disponível em: https://www.ihu.unisinos.br/entrevistas/511249-estamos-falando-de-re-construcao-de-identidade-religiosa-entrevista-especial-com-silvia-fernandes. Acesso em: 7 ago. 2021.
ABRAMO, H. W.; BRANCO, P. P. M. Retratos da juventude brasileira: análise de uma pesquisa nacional. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2005.
AFONSO, M. L. M.; RODRIGUES, M.; OLIVEIRA, E. F. Juventude universitária e direitos de cidadania: sentidos atribuídos à diversidade sexual. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 48, n. 169, p. 948–972, 2018. DOI: 10.1590/198053145364.
ALVES, R. O que é religião? São Paulo: Brasiliense, 1984. (Coleção Primeiros Passos).
ALVES, R. O suspiro dos oprimidos. São Paulo: Paulus, 1999.
BARRETO JÚNIOR, R. C. Relações inter-religiosas e diálogo inter-religioso na perspectiva do cristianismo mundial. In: TOSTES, A.; RIBEIRO, C. O. (Org.). Religião, diálogo e múltiplas pertenças. São Paulo: Annablume, 2019. p. 59–83.
BERGER, P. A dessecularização do mundo: uma visão global. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 221, n. 1, p. 9–24, 2000. Disponível em: http://www.uel.br/laboratorios/religiosidade/pages/arquivos/dessecularizacaoLERR.pdf. Acesso em: 17 jul. 2021.
BERGER, P. O dossel sagrado: elementos para uma teoria sociológica da religião. 10. ed. São Paulo: Paulus, 2018.
BINGEMER, M. C. L. A espiritualidade hoje: novo rosto, antigos caminhos. In: TRASFERETTI, J.; LOPES, P. S. (Org.). Teologia na pós-modernidade. São Paulo: Paulinas, 2003. p. 361–404.
BORTONE, D. F. Análises sobre o pertencimento religioso das juventudes presente nas ocupações secundaristas no Brasil em 2015-2016. In: REUNIÃO DA ANPED SUDESTE, 14., 2020, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: ANPEd, 2020a. p. 1–3. Disponível em: http://anais.anped.org.br/regionais/sites/default/files/trabalhos/23/7683-TEXTO_PROPOSTA_COMPLETO.pdf. Acesso em: 25 jun. 2021.
BOTELHO, D. Religiões afro-indígenas e o contexto de exceções de direitos. In: CÁSSIO, F. (Org.). Educação contra a barbárie: por escolas democráticas e pela liberdade de ensinar. São Paulo: Boitempo, 2019. p. 115–120.
CAMURÇA, M. A. Os “sem religião” no Brasil: juventude, periferia, indiferentismo religioso e trânsito entre religiões institucionalizadas. Estudos de Religião, São Bernardo do Campo, v. 31, n. 3, p. 55–70, 2017. DOI: 10.15603/2176-1078/er.v31n3p55-70.
CASTRO, L. R. Participação política e juventude: do mal-estar à responsabilização frente ao destino comum. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, v. 16, n. 30, p. 253–268, 2008. DOI: 10.1590/S0104-44782008000100015.
COSTA, A. A. F.; GROPPO, L. A. (Org.). O movimento de ocupações estudantis no Brasil. São Carlos: Pedro e João, 2018.
DESVINCULAÇÃO religiosa entre os jovens é maior do que a adesão ao pentecostalismo. Entrevistador: Patrícia Fachin - Revista IHU on-line. Entrevistada: Sílvia Fernandes. 25 maio 2017. Disponível em: https://www.ihu.unisinos.br/159-noticias/entrevistas/566902-desvinculacao-religiosa-entre-os-jovens-e-maior-do-que-a-adesao-ao-pentecostalismo-entrevista-especial-com-silvia-fernandes. Acesso em: 7 ago. 2021.
ELLER, J. D. Introdução à antropologia da religião. Petrópolis: Vozes, 2018.
FERNANDES, S. R. A. Religiões e religiosidades: o pano de fundo da pesquisa. In: FERNANDES, S. R. A. (Org.). Mudança de religião no Brasil: desvendando sentidos e motivações. Coleção CERIS. São Paulo: Palavra e Prece, 2006. p. 31–53.
FERNANDES, S. R. A. Adesão religiosa no segmento juvenil: apolitização ou reinvenção da política? Revista Universidade Rural: Série Ciências Humanas, Seropédica, v. 29, n. 2, p. 152–165, 2007.
FERNANDES, S. R. A. Novas formas de crer. São Paulo: Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais (CERIS), 2009.
FERNANDES, S. R. A. Trajetórias religiosas de jovens sem religião: algumas implicações para o debate sobre desinstitucionalização. Interseções: Revista de Estudos Interdisciplinares, Rio de Janeiro, v. 20, n. 2, p. 369–387, 2018. DOI: 10.12957/irei.2018.39029.
FERNANDES, S. R. A.; PITTA, M. Mapeando as rotas do trabalho religioso. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 26, p. 121–154, 2006.
FRAAS, H. J. Teorias sobre a religiosidade. In: SCARLATELLI, C.; STRECK, D.; FOLLMANN, I. (Org.). Religião, cultura e educação. São Leopoldo: Unisinos, 2006. p. 41–60.
GABRIEL, R. O. “Para além da curva da estrada”: a influência da participação religiosa na trajetória de jovens participantes de um grupo católico. 2020. 225 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2020.
GROPPO, L. A. Introdução à sociologia da juventude. Jundiaí: Paco e Littera, 2017.
GROPPO, L. A. O novo ciclo de ações coletivas juvenis no Brasil. In: COSTA, A. A. F.; GROPPO, L. A. (Org.). O movimento de ocupações estudantis no Brasil. São Carlos: Pedro e João, 2018a. p. 293–328.
GROPPO, L. A. Ocupações secundaristas no Brasil em 2015-2016: formação e autoformação das/dos ocupas como sujeitos políticos. 2018. 65 f. Projeto de pesquisa (Chamada Universal MCTIC/CNPq 2018) – Universidade Federal de Alfenas, Alfenas, 2018b. Disponível em: https://cienciassociais.ufes.br/sites/cienciassociais.ufes.br/files/field/anexo/projeto_universal_cnpq_1_final.pdf.
GROPPO, L. A.; ANTÔNIO, S. A participação do educador na pesquisa em educação sociocomunitária: observação participante e pesquisa participante. In: BISSOTO, M. L.; MIRANDA, A. C. (Org.). Metodologia em educação sociocomunitária. Jundiaí: Paco, 2016. p. 15–44.
GROPPO, L. A.; BORGES, L. F. Grupo evangélico na universidade: práticas formativas, identidade religiosa e relações políticas. Religião & Sociedade, Rio de Janeiro, v. 38, n. 3, p. 173–196, 2018. DOI: 10.1590/0100-85872018v38n3cap08.
GROPPO, L. A.; OLIVEIRA, M. A. Ocupações secundaristas em Minas Gerais: subjetivação política e trajetórias. Educação & Sociedade, Campinas, v. 42, p. e240770, 2021. DOI: 10.1590/ES.240770.
GROPPO, L. A.; SILVA, R. M. D. Experiência e subjetivação política nas ocupações estudantis no Rio Grande do Sul. Estudos Avançados, São Paulo, v. 34, n. 99, p. 409–424, 2020. DOI: 10.1590/s0103-4014.2020.3499.024.
GROPPO, L. A.; SOUSA, F. A. Experiências, emoções e memória de jovens: ocupações secundaristas no Ceará em 2016. Educação Unisinos, São Leopoldo, v. 26, 2022. No prelo.
HERVIEU-LÉGER, D. Peregrino e o convertido. Tradução: João Batista Kreuch. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2015.
MARIANO, R. Mudanças no campo religioso brasileiro no Censo de 2010. Debates do NER, Porto Alegre, v. 14, n. 24, p. 119–137, 2013. DOI: 10.22456/1982-8136.43696.
NOVAES, R. Religião e política: sincretismos entre alunos de Ciências Sociais. Comunicações do ISER, Rio de Janeiro, v. 13, n. 45, p. 62–74, 1994. Disponível em: https://www.iser.org.br/wp-content/uploads/2020/07/comunicacoes-45.pdf. Acesso em: 21 ago. 2021.
NOVAES, R. Os jovens “sem religião”: ventos secularizantes, “espírito de época” e novos sincretismos. Notas preliminares. Estudos Avançados, São Paulo, v. 18, n. 52, p. 321–330, 2004. DOI: 10.1590/S0103-40142004000300020.
NOVAES, R. Juventude, percepções e comportamentos: a religião faz diferença? In: ABRAMO, H. W.; BRANCO, P. P. M. (Org.). Retratos da juventude brasileira: análises de uma pesquisa nacional. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2005. p. 263–290.
NOVAES, R. Os jovens, os ventos secularizantes e o espírito do tempo. In: ENCONTRO ANUAL DA AMPOCS, 30., 2006, Caxambu. Anais [...]. Caxambu: Anpocs, 2006. p. 1–25. Disponível em: https://anpocs.com/index.php/papers-30-encontro/gt-26/gt17-17/3392-rnovaes-os-jovens/file. Acesso em: 23 jun. 2021.
NOVAES, R. Juventude, religião e espaço público: exemplos “bons para pensar” tempos e sinais. Religião e Sociedade, v. 32, n. 1, p. 184–208, 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rs/a/ctrQNc8fpdvZxPLdRjpQsdR/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 jun. 2021.
NOVAES, R. Juventude: políticas públicas, conquistas e controvérsias. In: BEOZZO, J. O.; FRANCO, C. B. (Org.). Juventudes em foco. São Paulo: Paulus, 2013. p. 39–74.
NOVAES, R. Juventude, religiosidade e redes: reflexões sobre resultados de pesquisas. In: NOVAES, R. et al. (Org.). Agenda Juventude Brasil: leituras sobre uma década de mudanças. Rio de Janeiro: Unirio, 2016. p. 233–264.
NOVAES, R. Juventude e religião, sinais do tempo experimentado. Interseções: Revista de Estudos Interdisciplinares, Rio de Janeiro, v. 20, n. 2, p. 351–368, 2018. DOI: 10.12957/irei.2018.39020.
OLIVEIRA, M. A.; BORTONE, D. F. Juventude que ocupa: quem são os jovens que ocuparam as escolas no município de Poços de Caldas-MG? In: ALMEIDA, E. et al. (Org.). Movimentos Sociais, sujeitos e processos educativos: uma antologia do GT03 da ANPEd. São Carlos: Pedro e João, 2021. p. 259–277.
ORTIZ, R. Anotações sobre religião e globalização. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 16, n. 47, p. 59–75, 2001. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbcsoc/a/TccM6LywSnYQCQg9Y4fwsfM/?format=pdf&lang=pt. Acesso em 15 set. 2021.
PORELLI, A. B. G. et al. Pertencimento religioso e atuações juvenis nas escolas de ensino médio. In: OLIVEIRA, V. H. N.; CASTILHO, R. (Org.). Juventudes brasileiras: questões contemporâneas. Parnaíba: Acadêmica Editorial, 2021. p. 63–86.
PORELLI, A. B. G.; ZAN, D. D. P. E. O que as pesquisas sobre juventude e religião dizem a respeito da escola? In: REUNIÃO DA ANPED SUDESTE, 14., 2020, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: ANPEd, 2020. p. 1–4. Disponível em: http://anais.anped.org.br/regionais/sites/default/files/trabalhos/23/7712-TEXTO_PROPOSTA_COMPLETO.pdf. Acesso em: 25 jun. 2021.
RANCIÈRE, J. O desentendimento. Tradução: Ângela Leite Lopes. São Paulo: Editora 34, 1996a.
RIBEIRO, C. O. Raízes protestantes da teologia latino-americana da libertação. Revista Pistis e Praxis, Curitiba, v. 10, n. 3, p. 682–702, 2018a. DOI: 10.7213/2175-1838.10.003.AO02.
RIBEIRO, C. O. Teologia, pluralismo e alteridade ecumênica. Teocomunicação, Porto Alegre, v. 48, n. 1, p. 110–121, 2018b. DOI: 10.15448/1980-6736.2018.1.30683.
RIBEIRO, C. O. Dupla e múltipla pertença religiosa no Brasil. In: TOSTES, A.; RIBEIRO, C. O. (Org.). Religião, diálogo e múltiplas pertenças. São Paulo: Annablume, 2019. p. 13–34.
RODRIGUES, D. S. Os sem religião nos censos brasileiros: sinal de uma crise do pertencimento institucional. Horizonte, Belo Horizonte, v. 10, n. 28, p. 1130–1153, 2012. DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n28p1130-1153.
RODRIGUES, E. Questões epistemológicas do ensino religioso: uma proposta a partir da Ciência da Religião. Interações, Belo Horizonte, v. 8, n. 14, p. 230–241, 2013. DOI: 10.5752/P.1983-2478.2013v8n14p230.
RODRIGUES, S. Como a juventude brasileira se relaciona com a religião? 2007. Disponível em: http://www.observatoriojovem.uff.br/?q=materia/como-juventude-brasileira-se-relaciona-com-religi%C3%A3o. Acesso em: 5 ago. 2021.
SOFIATI, F. M. A juventude da Teologia da Libertação. Horizonte, Belo Horizonte, v. 10, n. 26, p. 333–356, 2012. DOI: 10.5752/P.2175-5841.2012v10n26p333-356.
SOFIATI, F. M.; OLIVEIRA, W. C.; GOOS, M. C. G. Juventude, religião e espetáculo: breves comentários acerca da espetacularização do sagrado. In: CORREIA, V. A. (Org.). Juventude no mundo contemporâneo: temas em debate. São Paulo: Loyola, 2019. p. 126–146.
TEIXEIRA, F. O diálogo inter-religioso na perspectiva do terceiro milênio. Horizonte, Belo Horizonte, v. 2, n. 3, p. 19–38, 2003. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/horizonte/article/view/596/623. Acesso em: 13 ago. 2021.
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.